segunda-feira, 8 de junho de 2015

Arroz Doce

Estamos em Junho, e as festas típicas começaram à todo vapor. Nessa época, todas aquelas receitinhas deliciosas que quase ficam esquecidas o ano todo, voltam com tudo, nos enchendo de água na boca. Como por exemplo, o delicioso Arroz Doce.

O arroz doce é uma receita asiática porém chegou aqui no Brasil através dos portugueses. Você pode usar sua criatividade e aromatizar seu arroz doce, com casca de limão, canela em pau, água de flor de laranjeira e canela. 

Então. aproveitando que o mês de Junho também é um mês friozinho, que tal preparar uma receita deliciosa para a família?
Mas se você está em uma momento mais fit, saudável.. não fique triste, você também poderá se deleitar! É só trocar alguns ingredientes e pronto! você terá um arroz doce mais light! Por exemplo, é possível trocar o açúcar refinado por açúcar demerara, trocar o arroz branco por arroz integral, usar leite desnatado invés do integral.. e por aí vai.

Ingredientes
  • 1 xícara de chá de arroz
  • 4 xícaras de chá de água
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 xícaras de chá de leite
  • 1/2 xícara de açúcar (opcional)
  • Canela em pó para servir
  • 1 pau de canela
Modo de Preparo
-Coloque o arroz, a água e o pau de canela em uma panela funda e deixe ferver. 
-Diminua o fogo e tampe a panela.
-Quando o arroz estiver quase cozido, coloque o leite, o leite condensado e o açúcar.
-Cozinhe lentamente, em fogo baixo, mexendo de vez em quando para o arroz não grudar no fundo da panela.
-Quando engrossar até o ponto de sua preferência, desligue a panela.
- Polvilhe canela e Sirva!

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Brigadeiro de Paçoca e Cupcake de Pamonha - Concurso Melhor Receita de Festa Junina

Bom dia Meninas, hoje eu trago uma receita com um cheirinho de Festa Junina! Porém, fugindo um pouco o tradicional. As receitas de hoje são duas delícias mas com um sabor diferente: Brigadeiro de Paçoca e Cupcake de Pamonha!

Tudo começou por que minha querida amiga Dinha do "Piteis da Dinha" está promovendo um concurso tentador da "Melhor receita para Festa Junina". E eu vendo meus arquivos percebi que não tinha nenhuma receita temática para poder participar. Então, tratei logo de pensar em algo.
Portanto, Com essas duas receitas deliciosas de Brigadeiro de Paçoca & Cupcake de Pamonha, aproveito para participar do concurso.  
Lá só estão participando receitas incríveis! Mas como dizem, o importante é competir rs E também participar dessa brincadeira, que é muito gostosa!rs Mas como não custa nada tentar né?!.. Hahahaha
Se vocês gostaram da receita é só entrar neste LINK e VOTAR nas minhas receitas: Brigadeiro de Paçoca e/ou Cupcake de Pamonha.
Aqui estão regras:
1- Deixar um comentário com o nome da receita e o nome do blog participante
2- Poderão votar em mais de uma receita (em participantes diferentes)
3- Ganha a receita mais votada
4- Em caso de empate, haverá mais uma votação entre as receitas empatadas, com prazo de + 2 dias p/o desempate.
5- Poderão votar brasileiros e estrangeiros
Mas se você tem uma receita deliciosa e quer participar , é só se inscrever neste link AQUI.

Então, vamos ao que interessa rs
Primeiro, o Brigadeiro, quem não ama não é?! o famoso brigadeiro de chocolate é sucesso garantido. Mas que tal fazer um brigadeiro diferente? de paçoca? posso garantir que fica uma DE-LÍ-CIA!

Brigadeiro de Paçoca


Ingredientes
  • 1 Lata de Leite Condensado
  • 1/2 lata de creme de leite
  • 60 g de Paçoca Moída (aprox. 4 paçocas tipo rolha)
  • 1 Colher (sopa) de Manteiga
  • Paçoca moída, para enrolar 
Modo de preparo
Junte todos os ingredientes na panela (exceto a paçoca) em fogo (sempre) baixo e misture bem. Depois adicione a paçoca e misture mais. Mexa bem por aproximadamente 14-18 minutos e sem parar até desgrudar do fundo da panela e atingir o ponto de brigadeiro (Quando você enxerga o fundo da panela). Transfira para um prato untado, cubra com papel filme e aguarde esfriar.  Após esfriar, unte as mãos com manteiga e enrole os brigadeiros do tamanho que desejar. Passe o brigadeiro na paçoca moída, e está pronto seu brigadeiro de paçoca!

Dica: Coloque a paçoca moída para enrolar, em um vasilhame de beiradas altas. Coloque o brigadeiro recém enrolado ali, e balance de um lado para o outro o vasilhame com o brigadeiro dentro, e ele naturalmente vai ficando coberto com a paçoca moída. 

A outra receita de hoje é de Cupcake de Pamonha! Fica muito gostoso (pra quem gosta de milho rs), e bem molhadinho. O milho na minha opinião tem um sabor único e muito apurado, por isso achei melhor não fazer nenhuma cobertura pois acredito que iria brigar com a massa que é tão marcante. Eu adorei, e degustei no lanche da tarde acompanhado de um café.

Cupcake de Pamonha


Ingredientes
  • 01 xícara de farinha de trigo
  • 04 colheres de sopa de leite
  • 3/4 xícara de açúcar
  • 01 ovo
  • ½ xícara de manteiga
  • ½ xícara de milharina
  • 01 colher de café de fermento em pó
  • 3 colheres de sopa de purê de milho*
*(bata no liquidificador 1/2 lata de milho, com o próprio suco até ganhar a consistência de purê)
Modo de preparo
Em um recipiente, peneire a farinha, e acrescente o fermento e a milharina. Reserve.
Na batedeira, bata a manteiga e o açúcar até formar um creme claro e fofo. Adicione o ovo e bata até quase dobrar de volume. Adicione o leite e em seguida, a mistura de secos aos poucos. Com a batedeira desligada, adicione o purê de milho. E bata mais um pouco, até que tudo esteja bem incorporado.

Preencha 2/3 de forminhas próprias para cupcake com a massa. E leve para assar em forno pré aquecido 180°C por cerca de 20 minutos ou até dourar um pouco.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Pasta de Ricota com Ervas

A Pasta de ricota com ervas é uma versão super deliciosa e saudável para acompanhar seu lanche. Eu adoro, e sempre que posso faço sempre e vou consumindo conforme o lanche do dia. Por exemplo, você pode usar a pastinha de ricota em biscoitos de sal, na torrada, até no sanduíche.
Teve uma época em que eu não parava em casa, passava praticamente o dia inteiro fora, estudando e trabalhando. Porém, como eu detesto comer besteira na rua, tratei logo de preparar lanches para levar comigo. Só que inventar lanches todo dia era muito trabalhoso, então minha digníssima mãe teve a feliz ideia de fazermos pastinhas de ricota, para passar nos pães de forma integrais e deixar pronto de um dia para outro (foi a salvação!). E eu simplesmente viciei.. é gostoso, saudável..

Eu preparava de véspera, uns 3 sanduíches de ricota com pão integral, e cerca de 2 a 3 frutas (geralmente maçã, banana ou pêra). E pronto! Eu ficava bem alimentada o dia inteiro. Para mim, isso era muito importante pois saia de casa às seis da manhã e voltava quase às onze da noite (era pesado..). Quanto à conservação, comigo nunca azedou. Eu conservava na geladeira e retirava da mesma direto para uma bolsinha térmica. O lanche ficava bem conservado durante todo o dia (consumia o último sanduíche às 18hs).
E o legal é que você pode fazer essa pastinha com as ervinhas que mais lhe agradar. Toda vez que fazia a pastinha eu acrescentava algo diferente. Dia desses, eu vi essa receita na página da talentosíssima e querida Aninha do Ana Cláudia na Cozinha. E na hora, pensei, vou fazer ainda essa semana. Fica uma delícia! na torrada, no pão, no biscoito de sal..
Pasta de Ricota com Ervas

Ingredientes

300g de ricota fresca 
3 colheres de sopa de azeite extra virgem
1/2 xícara de chá de ervas frescas* 
4 colheres de sopa de leite
Pimenta a gosto 
Sal a gosto 

Eu acrescentei 1 colher de sopa de orégano, 2 dentes de alho picado e 1/2 cebola picada.
* Sugestões: Manjericão, alecrim, hortelã, salsa


Modo de preparo

Coloque no processador ou liquidificador todos os ingredientes bata bem até obter uma pasta homogênea. Dica: corte em pedaços pequenos a ricota antes de colocar no liquidificador, pois facilita o processo.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Penne à Carbonara - E meu passado negro na cozinha

Bom dia amores! Dia desses, estava vendo um dos filmes mais clássicos de todos os tempos (na minha humilde opinião rs), O Poderoso Chefão. Eu simplesmente amo ver a trilogia (e já revi alguma vezes). Pra quem não conhece, ou não tem paciência (são filmes longos, de quase 3 horas de duração), o filme conta a história da família mafiosa Corleone.  Trata-se de uma família italiana, e como se é de esperar o vínculo família é muito forte. 



Após ver uma cena em que estão reunidos à mesa (típico de família italiana), me veio uma vontade de preparar alguma receita italiana. E Nada é mais italiano, que uma bela massa! Então surgiu a ideia da receita de hoje.. Penne à Carbonara!

Curiosa como sou (capricorniana rs) quis logo saber de onde veio esse nome Carbonara. Segundo, nosso amigo Google, o molho carbonara é uma receita tradicional italiana. Seu nome é derivado da palavra italiana carbone, que significa carvão. Acredita-se que tenha sido uma receita apreciada pelos preparadores de carvão vegetal, na região italiana da Úmbria. Outras teorias apontam, por outro lado, que o nome se deve apenas à cor escura da pimenta preta recém moída, que é usada na sua preparação.

A receita original de Roma é preparada com ovos, queijo parmesão, queijo pecorino romano, toucinho, pimenta preta e banha, azeite ou manteiga. As natas não são um ingrediente da receita original, não sendo normalmente utilizadas com massa no centro da Itália.

O resultado final da receita original não é uma massa com um molho abundante: os ovos e o queijo aderem aos fios de massa, formando uma espécie de capa, com pedaços de toucinho espalhados. Em todas as versões da receita, os ovos são adicionados crus ao molho e acabam por cozer apenas com o calor da massa. 

Abaixo, fiz um rápido passo-a-passo de como preparar o macarrão rs Sei, que para muitos isso é besteira, mas como trata-se de uma receita específica de massa, é sempre bom se certificar do sucesso da receita não é?!



MEU PASSADO ME CONDENA: Meu passado negro na cozinha!

Não sei se já comentei aqui, mas eu já tive meu passado negro na cozinha rs Há alguns anos, eu não sabia fazer absolutamente NADA na cozinha (vergonhaaaa rs). Em uma família, que a grande maioria sabe cozinhar, você acaba se acomodando ou se tornando um mestre na cozinha. No meu caso, escolhi a primeira opção kk

Diversos fatores contribuiram para isso, um deles é o fato de minha mãe ter sido sempre SUPER mega ultra power protetora rs isso mesmo, não é exagero! até o início da minha adolescência eu Nunca havia chegado perto do fogão. Eu nem sabia como acender a chama, até meus 14-15 anos. Minha mãe morria de medo de eu me queimar, entre outras coisas. Acho que na cabeça dela, eu provocaria um holocausto nuclear se tentasse fazer alguma coisa na cozinha. Esse temor todo veio do fato: 1° ela era super protetora mesmo (até hoje rs só que agora está no nível normal), e 2° eu era muito desastrada! Era chegar na cozinha que eu quebrava copos, pratos, queimava pano de prato, derrubava farinha, açúcar, etc no chão.. enfim, cozinha e eu não dava certo.

Eu fui crescendo, e como toda mãe o lance "super protetor" diminuiu, visto que ela passou querer ajuda na cozinha tbm rs Porém, eu comecei a vida universitária e meu curso era integral e muito longe (comecei a facul com 17 anos ), então não parava em casa (1h30 de viagem só para ir pra faculdadel). E mais uma vez, ela voltou a não requisitar minha presença na cozinha pois ela entendia, que quando eu chegava em casa, estava extremamente exausta, e só queria comer e dormir rs

Só para completar minha história triste (cômica né?!), eis a façanha que fiz certa vez: estou eu, em casa sozinha e resolvo fazer macarrão. Como eu não curto muito miojo (apesar de ser mais prático), resolvi fazer macarrão, mesmo nunca tendo feito. Pensei, " Macarrão, é moleza!" kk
Porém, eu sofro de um problema sérissimo de frescura aguda, segundo minha irmã, em que eu não como nada sem lavar, até coisas que técnicamente não precisaria (por ex. banana). Daí, já dá pra imaginar o que eu fiz né... isso mesmo..  lavei o macarrão cru! Hahaha sim, foi um ato sem pensar, feito automaticamente, que rendeu um macarrão todo grudado, e minha irmã tendo uma crise de riso, quando soube da minha façanha.

Então, nunca subestime uma pessoa inexperiente na cozinha kk tá bom, que eu tinha (ainda tenho) o agravante neurótica que tem que lavar tudo. Mas... você que não tem muita experiência na cozinha não perca a esperança. Não sou uma expert na cozinha (to longe rs). Mas hoje em dia me viro muito bem na cozinha.  E eu posso dizer que isso só aconteceu para mim, por que eu primeiramente quis, o que quero dizer é que não basta a família, o namorado, o marido, os filhos pressionarem. Pois, isso aconteceu comigo por um tempo.. a minha família, família de namorado, amigos.. falavam demais no meu ouvido. Porém, eu nunca estive interessada. Quando eu passei a querer, aí sim as coisas começaram a dar certo na cozinha para mim.

Então chega de papo, e vamos à essa receita DE-LI-CI-O-SA!
Chame os amigos.. abra um bom vinho! buon appetito!


Ingredientes
– 300 g de macarrão penne 
– 4 ovos
– 6 colheres de sopa de manteiga
– 100 g de bacon fatiado em cubinhos
– 200 g de queijo parmesão ralado
– 100 ml de creme de leite fresco
– Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo
Se você já é expert, no preparo do macarrão, não precisa ler a etapa 1!

1- prepare o macarrão:
- O ideal é para cada 100 g de macarrão, utilizar 1 Litro de água.
- Coloque a água filtrada em uma panela grande, com bordas altas e espere ferver. 
- Depois acrescente o sal. Coloque o macarrão, e de vez em quando mexa um pouco. 
- Não precisa adicionar óleo, a quantidade ideal de água, evitará que os fios grudem. O óleo só vai deixar a massa mais pesada, e dificultar a aderência do seu molho à massa.  
- O tempo de cozimento varia de acordo com seu tipo de massa. Geralmente o fabricante coloca na embalagem. Como EU faço: pego um pedaço da massa e corto. Ela deve estar de fácil corte e não grudenta, cozida mas ainda firme, ou seja al dente.  
- Se for fazer para mais pessoas, calcule cerca de 100 g a 150 g de massa por pessoa. A quantidade na receita, rende para aproximadamente 3 pessoas.
- Quando o macarrão estiver pronto, escorra-o com cuidado.
- NÃO LAVE o macarrão. É muito comum, algumas pessoas "lavarem" o macarrão depois do cozimento. Um dos motivos é que o jato de água gelada cessa o cozimento, e evita que o macarrão continue o processo de cozimento e fique "molenga". Mas se você seguir o passo-a-passo corretamente, isso não será problema. Pois, você irá tira-lo da água fervente no tempo certo, já se precavendo dessa situação.

- Eu tbm "lavava" o macarrão depois do cozimento, primeiro porque aprendi assim, e segundo por causa do probleminha que já expliquei lá em cima de "frescurite aguda" que tenho rs Mas é preciso se libertar de velhos hábitos. A forma correta (ideal) de se fazer é assim. Pois, o seu macarrão fica muito mais saboroso e o molho feito se adere BEEEEM melhor à massa.

- Dica.1:Se optar não lavar (ideal). Faça o molho enquanto cozinha o macarrão, pois o macarrão vai esfriando e ficando meio grudento. 

- Dica.2: Não se preocupe. O molho carbonara é rápido. 
- Dica.3: Use uma frigideira grande ou transfira para uma maior quando for receber o macarrão.

2-  Molho Carbonara: Coloque a manteiga em uma frigideira e leve ao fogo médio/alto, acrescente o bacon e deixe dourar bem. Numa tigela, bata os ovos com o creme de leite e o queijo parmesão. 

3- Depois de pronto, jogue o macarrão ainda quente na frigideira com o bacon. (lembre-se não deixe ele esfriar, pelo motivo que expliquei).

4- Com o fogo baixo, vá acrescentando a mistura de ovos aos poucos, em fio; mexendo bem para não talhar. Deixe no fogo por mais 1 minuto e sirva com uma bela porção de queijo parmesão ralado por cima.




terça-feira, 5 de maio de 2015

Bem Casados - Bem Vividos

Bom dia pessoal! Hoje a receita está em clima de romance .. rs 

Bem Casado lembra logo casamento não é?! pois bem, hoje esse conceito vem se modificando pois para surpresa minha, esses pequenos mimos podem ser vistos em quase qualquer evento, só mudando o nome conforme a ocasião. Por exemplo, existem os Bem Casados para casamentos, Bem Nascidos para chá de bebê, Bem vividos para aniversários,  entre outros.
O aniversário da minha sobrinha está chegando (comemoração de 3 aninhos!), e minha irmã veio com essa ideia de Bem Vividos. E eu amei a ideia e logo veio muitas coisas à minha cabeça: como faria a massa, recheio, decoração.. pois a temática da festa é PRINCESA. 
Minha Princesa (sobrinha) Luiza!
Quem está comigo em outras Redes sociais (Aproveita e me segue lá! INSTAGRAM: @carinamendoncas TWITTER: @x_carina_x) sabe da minha paixão pela minha sobrinha, vivo postando fotos dela (Tia corujíssima!). E ela faz MUUUITAS peripércias, tanto que já até tem sua própria conta no instagram kkk (@luiza.luluca). Eu, minha mãe e minha irmã que atualizamos o Insta da Luluca. Pois chegamos a conclusão que eram muitas coisas da Luiza, e se alguém estivesse interessado (a princípio só família rs) em ficar por dentro das estripulias dela era só acompanhar o Insta.

Luiza com um 1 aninho
Bem, pra eu não fazer feio no dia, decidi testar a receita antecipadamente, inclusive se souberem de receitas melhores e/ou dicas, estou aceitando. Pois, dicas sempre são bem vindas. A receita eu peguei Aqui.

E para a primeira vez que fiz Bem casados, acho que me saí bem. A massa ficou fofinha e cresceu na altura que eu queria.

Fiz de duas formas: usando o bico de confeitar, mas não gostei muito porque como a massa estava muito líquida eu não estava conseguindo controlar o volume dos discos de massa no tabuleiro. E a segunda forma, foi fazendo um tabuleiro inteiro, e cortando com o cortador redondo. 

OBS: Na próxima vez vou fazer a massa de pão de Ló, e depois posto uma atualização aqui para vocês.


BEM CASADO

Ingredientes
  • 4 ovos
  • 4 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  • 10 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • Goiabada

Modo de Preparo



Massa:

Em uma batedeira, bata os ovos e o açúcar por cerca de 5 minutos, até obter uma massa de consistência leve e fofa. Junte o fermento em pó e desligue a batedeira. Acrescente a farinha de trigo aos poucos, mexendo levemente com um batedor de arame até ficar homogênea . Coloque a massa em um saco de confeitar e pingue porções da massa em uma assadeira untada com manteiga e polvilhada com farinha de trigo, deixando espaço entre elas. Leve ao forno médio-alto (200° C), preaquecido, por cerca de 8 minutos ou até ficar firme e levemente dourado. Retire da assadeira ainda quente e reserve.


Recheio:

Utilizei uma goiabada que já tinha em casa. Não fiz nada nela, só deixei em temperatura ambiente e fui raspando com a faca. Como ela foi ficando mais "molenga" foi fácil passar no bem casado (bem vivido rs).
Mas pode-se usar vários recheios.  Doce de leite fica uma delícia.


Calda:

Dissolva o açúcar em meia xícara (chá) de água morna até obter uma calda grossa. Apoie cada doce reservado em um garfo e, com o auxílio de uma colher, banhe-o com a calda. Deixe secar sobre uma grelha, em lugar arejado, até formar uma casquinha branca de açúcar.

Obs: Eu não sei exatamente quantos Bem casados renderam porque eu e minha mãe fomos comendo enquanto preparava kkk Na próxima vez vou por todas as informações direitinho.

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Agradecimento - Mais de 1000 seguidores!

Bom Dia meus amores! Gostaria MUITO de deixar um enorme agradecimento: para quem acompanha o Blog, ou aparece casualmente, ou chegou aqui por acidente. Ou veio ver por curiosidade. Quem comenta, quem faz (ou já fez) alguma receita. Enfim, à todos que passam (ou já passaram) por aqui! Muito Obrigada!

Após 2 anos de I Love Cupcakes, chegamos a mais de 1000 curtidas no Facebook!


Pode parecer bobagem.. coisa pouca.. mas para mim trata-se de um feliz acontecimento, afinal eu não atualizo o blog regularmente. Aliás, REGULAR não existe aqui kk

O blog começou só com receitas de cupcakes (esse era o foco) e hj em dia é de receitas em geral.. A paixão por cupcakes não acabou (JAMAIS!). Mas quando você se enfia na cozinha, a tendência é querer sempre testar coisas novas. Testar receitas novas, para mim é como se fosse um experimento rs Falando em experimento, já mencionei que me formei recentemente. Porém, não lembro se comentei no quê.. então me formei em Química. Então, acho que já dá pra ter uma idéia que eu AMO testar, experimentar, fazer e refazer de novo.. já está no sangue kk Se quiser saber mais um pouco de como começou tudo isso aqui, e um pouquinho sobre mim é só clicar AQUI.

Bem, voltando o assunto agradecimento..

Não que os "números" sejam importantes (até pq não ganho din din com isso rsrsrs) mas é um carinho que eu quero retribuir! 

Redes Sociais:

Facebook: I Love Cupcakes

Instagram: @carinamendoncas

Twitter: x_carina_x


Quer entrar em contato? Dúvidas, parcerias, sugestões..

Email: ilovecupcakesbrazil@gmail.com

Está querendo fazer alguma conversão de peso e/ou medida? Clique Aqui



Sintam-se abraçados!

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Cheesecake de Doce de Leite e Nozes



Bom dia! Hoje tem receita de Cheesecake de Doce de Leite. Receita muito fácil e deliciosa. 


Ingredientes

200 g de biscoito do tipo maisena
1/2 xícara de chá de manteiga
300 g de ricota (ou cream cheese)
1 lata de leite condensado
1 caixinha de creme de leite
1 colher de chá de baunilha
4 ovos
1 colher de sopa de suco de limão
Doce de leite à gosto
Nozes à gosto


Obs.:

  • Usei Ricota porque eu já tinha em casa.Mas pode ser utilizado Cream cheese.
  • As nozes deram um sabor todo especial à receita, além de decorar.


Modo de preparo

Base
Triture os biscoitos e, em uma tigela, misture-os com a manteiga. Espalhe em uma forma de fundo falso e asse por cinco minutos em forno pré-aquecido a 180°C. Reserve.

Massa
Esfarele (ou corte) a ricota em pedaços pequenos. Em um liquidificador, adicione a ricota, a baunilha, o leite condensado, creme de leite, os ovos e o suco de limão e bata até formar uma massa homogênea.
Despeje a massa sobre a base de biscoitos já assada e fria. Leve ao forno preaquecido a 180°C por 30 - 40 minutos (tempo do recheio ficar firme).

Depois de assado, espalhe o doce de leite por cima do cheesecake. E decore com Nozes à gosto.

segunda-feira, 30 de março de 2015

Picolé (ou paleta) de Morango com Banana


Olá amores!
Estou aqui postando mais uma receita DE-LI-CI-O-SA de PALETA! 
Dessa vez, a paleta é de morango com banana.


Fica incrível! Delicioso, cremoso, consistente.... 
Suspeitíssima para falar.. mas é tudo isso mesmo minha gente rs
E fácil né! pois eu tenho uma certa preguicinha de receitas complicadas Hahaha 
Então, dessa vez fiz uma versão Mini (ideal para crianças). Minha sobrinha amou, e se lambuzou bastante rs pena que não fiz foto rs


Paleta de Morango com banana

Ingredientes (e utensílios)

  • 1 caixa de morango(aprox.350g)
  • 1 banana média
  • 1 colher (sopa) de limão
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 colher (sopa) de glucose de milho (opcional)
  • Palitos de picolé
  • copinhos de plástico
Modo de preparo
  • Bata todos os ingredientes no liquidificador (ou batedeira, até formar uma mistura homogênea. Eu bati na batedeira, pois queria que a mistura tivesse pedacinhos de morango no final.
  • Coloque nas forminhas, e posicione o palito no meio.
  • Leve para gelar por 2 horas.
  • Desenforme e sirva.
DICA: A glucose de milho é opcional, tem como função deixar o picolé com uma textura mais macia. É fácil de encontrar, geralmente fica perto do mel nos supermercados.



sexta-feira, 13 de março de 2015

Café Cremoso

Que eu sou VICIADA em café, já não é novidade rs Mas eu realmente amo não só o café.. mas completamente todas as suas possíveis variações: quentes, geladas, com texturas diferentes, saborizado... e por aí vai...

Adoro a sensação de aconchego, e ao mesmo tempo a sobriedade que o café traz. Na verdade, eu amo bebidas quentinhas (até no calor kk). Quando viajo, fico caçando alguma cafeteria para visitar, degustar enfim..
Sem querer fazer propaganda mas já fazendo rs Aqui no Rio, a cafeteria que eu sempre marco ponto é o Starbucks. É muito conhecida nos EUA, e tem sempre o mesmo estilo aconchegante. Quando eu ainda estava estudando (Me formei mês passado! EBAA!), já fazia parte do meu trajeto parar no Starbucks, pra lanchar, tomar um café, descansar, estudar.. (isso msm !). Lá tem rede WIFI, e tomadas em tudo que é canto para você usar seu notebook ou celular sem ter medo de acabar a bateria.. além do mais você pode ficar quanto tempo quiser.. (tem pessoas q ficam hooooras rs).

Bem, resumindo lá é um paraíso para mim. Eu já sei o nome dos atendentes, sei tudo que tem no cardápio, e sempre estou por dentro de todas as promoções.. Hahahaha isso se chama VÍCIO por CAFÉ!

Mas brincadeiras à parte, independente se você é viciado ou não, como eu. Tomar um cafezinho de vez em quando não faz mal né rs

Essa semana, testei (e MEGA aprovei) uma receita de café cremoso, fica muitoooo gostoso.

E dá para guardar e ir usando aos poucos. O que eu mais achei interessante é apresentação, fica muito bonito para servir para as visitas, assim como serviriam à vc em uma cafeteria.



CAFÉ CREMOSO
  • 50 g de café solúvel 
  • 2 xícaras de açúcar refinado
  • 1 xícara de água fervente
Modo de Preparo
Junte todos os ingredientes na batedeira, e bata  durante 10-15 minutos aproximadamente até formar um creme consistente.

DICA: Utilize 1 colher (sopa) de café cremoso para cada xícara de leite quente e misture bem. Guarde a mistura de café no freezer , em recipiente fechado, para manter sua cremosidade. Não é preciso descongelar para usar.

segunda-feira, 2 de março de 2015

Paleta Mousse de maracujá e paçoca

Bom dia! Com o calor que tem feito ultimamente, tenho visto muitas postagens na internet de picolé, sacolé, paletas.. caseiras. E logo me deu vontade de testar em casa tbm.

E nesses dias agora eu resolvi fazer, e deu super certo. Ficou MUITO bom!Do jeito que eu gosto: bem cremoso, consistente e com sabor da fruta!

Eu adoro sacolé (isso msm, sacolé rs picolé no saquinho), porém minha grande frustração é que ficava só gelo no final rsrs E para mim nada se compara você dar generosas mordidas no seu picolé e/ou sacolé e até o fim ter sabor e textura.. isso é maravilhoso!

As paletas mexicanas viraram febre no Verão. Não sei nas outras cidades, mas aqui no Rio, elas tem um preço BEM acima da média de um picolé normal (varia entre 9 e 12 reais). mas tenho que dar o braço a torcer, são DE-LI-CI-O-SAS. Justamente por atender os quesitos que eu sempre procurei em um bom picolé: Cremosidade, Consistência, Sabor da fruta e ainda por cima tem bônus, RECHEIO!.. Isso já é maldade hahahaha 


Paleta ou picolé é a mesma coisa. No méxico, elas são chamadas de paleta, porém sem esse glamour e marketing embutido. Lá as paletas são vendidas até em carrinhos na rua. Os mais populares são produzidos apenas com água e fruta. Paletas em lojas chiques aqui no Brasil, causaria o mesmo estranho para mexicanos, se nós fôssemos para Buenos Aires e encontrássemos uma pastelaria bem no meio da área mais elegante de lá.

Então que tal preparar suas próprias paletas? Siga-me os bons!


Ingredientes
- 2 polpas de maracujá (ou até 4)
- 1 Lata de leite condensado
- 1 colher de chá de emulsificante (opcional)
- 1 lata de creme de leite (opcional não usei)
- 2 pacotinhos de paçoca

Material necessário:
- Copos descartáveis de 200 ml 
- Palito de picolé

Modo de Preparo
Faça uma farofa com as duas paçocas. Reserve.
Bata as polpas no liquidificador. Coloque a polpa batida no liquidificador na batedeira, junto com os outros ingredientes (exceto as paçocas), e bata até obter a consistência de mousse.

Higienize os copos descartáveis. Coloque no fundo um pouco da farofa de paçoca, acrescente até a metade o Mousse de maracujá. No meio adicione mais um pouco de pacoça e finalize com o mousse até a borda do copo. 

Insira o palito até o meio do copo descartável e leve para congelar. No freezer da minha geladeira em menos de 3 horas (aprox. 2 horas ) já estava na consistência ideal. 

Na consistência ideal, ao retirar o copo descartável, ele sai facilmente e totalmente da paleta. Essa paleta de maracujá fica bem cremosa, e a paçoquinha dá um gosto de quero mais.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Mini Torta de Banana













Olá amigos(as) a semana que passou foi maravilhosa..! Pra ser sincera o mês de janeiro é um mês que eu amo, primeiro porque é o mês do meu aniversário (ebaaa!), passei o fim de semana em Búzios com a família foi maravilhoso pra relaxar e esquecer um pouco os problemas..

O blog fez mais um ano de vida, mesmo aos trancos e barrancos rs ele tem sobrevivido.. rs 
Ultimamente tenho ido pouco à cozinha.. mas quando eu vou.. eu amo.. relaxo, faço minha terapia Hahaha não tem nada que pague..

Sexta feira agora (23 de janeiro) minha vovó fez 91 anos.. e no sábado fomos comemorar com ela, afinal 91 anos não é para qualquer um! é muito bom porque a família se reúne.

Dia 23 de janeiro é uma data, no mínimo interessante rs É o dia Nacional da Torta #NationalPieDay (nos EUA é claro rs). Porque lá todo dia é dia de alguma coisa rs por exemplo, dia 26/01 é o Dia Nacional do Pé de Moleque, no dia 28/01, Dia Nacional da Panqueca de Amora e no dia 29/01, Dia Nacional dos Doritos.. e por aí vai..

Aproveitando essa deixa do "DIA NACIONAL DA TORTA", e também porque eu queria finalmente usar minha mini forma de fundo removível rs Daí surgiu a receita de hoje!
Facílima, rápida e deliciosa!
Uma pequena observação, a minha forma é MINI msm. Ela tem aproximadamente 12x5 cm, por isso a quantidade na receita dá para 2 (Duas) Mini tortas.

Segunda Obs.: A quantidade de farinha é aproximada. Vá adicionando até desgrudar das mãos a massa.
Terceira Obs.:  A aveia em flocos, raspas de limão e canela em pó é opcional. Mas posso ser sincera?! faz toda a diferença no sabor e aroma final da massa. Eu achei que ficou mais saborosa.. pretendo incluir outras vzs em outras receitas.

Quarta Obs. (última!): Adicione Creme de leite no Recheio de Banana..fica delicioso!


Mini Torta de Banana

Massa
1 xícara (chá) de farinha de trigo
4 colheres (sopa) de manteiga
4 colheres (sopa) de açúcar
1 ovo
meia xícara (chá) de Aveia Flocos
raspas da casca de limão
canela em pó para polvilhar

Recheio
3 bananas cortadas em rodelas
2 colheres (sopa) de açúcar
Um pouco de água

Modo de Preparo

Massa: Misture todos os ingredientes da massa, amassando levemente. Deixe descansar por cerca de 20 minutos, na geladeira. Depois forre o fundo e as laterais da forma (12 cm de diâmetro aprox.). 

Recheio: Em uma panela, coloque as bananas com meia xícara (chá) de água e o açúcar e leve ao fogo para cozinhar até que as bananas estejam macias (cerca de 10 minutos). Retire do fogo e espere esfriar. 

Espalhe o creme de banana sobre a massa, polvilhe canela. 

Abra uma parte da massa com o rolo e cubra a forma, retirando as beiradas. Você também pode usar o restante da massa para decorar. Eu fiz um coração com um molde. Mas pode ser feito tiras e imitar um"gradeado" por cima da Torta, etc.

 Asse em forno médio-alto (200°C), preaquecido, por cerca de 30 minutos. Desenforme ainda quente.

Dica: Eu desenformei quente e saiu perfeitamente da forma.
Porém não corte ainda, leve à geladeira para a banana ganhar consistência e ter um corte mais bonito. Eu gosto de saborear ainda quente, porém o recheio meio que desmancha um pouco.. mas vai do gosto de cada um..

Uma semana maravilhosa à todos!

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Pudim de Leite Ninho

Eu A DO RO Pudim e há muito tempo eu não comia.. estava com muito desejo! Quando vi essa receita quis logo testar, pois o que não fica bom com Leite Ninho né?!


Meu paladar é muito infantil Hahaha e já me imaginei dando generosas colheradas em um pudim macio e bem durinho.. mas logo lembrei que eu sempre tive um pouco de receio de fazer Pudim (foi a primeira vez que fiz).

Sempre adiei, e deixei para os outros fazerem rs na minha cabeça eu não teria capacidade de fazer um pudim que não desmoronasse (olha a falta de fé haha)

Mas a vontade de comer foi tanto que eu superei meu receio, e coloquei a mão na massa! E não é que deu certo?! Não ficou perfeeeeeeito estéticamente pois a Sra Ansiosa aqui não tem paciência em tirar da forma com calma rs Mas no quesito sabor..... sem comentários!!! uma delíciaaaa
E aquele gostinho de leite ninho ao fundo.. Mmm Mara né?!
INGREDIENTES

CARAMELO
6 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de Água

PUDIM
10 colheres (sopa) cheias de leite ninho em pó
250 ml de água
250 ml de leite
3 ovos grandes
8 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de amido de milho
1 colher (sopa) de Extrato de baunilha


MODO DE PREPARO

CARAMELO
Coloque tudo em uma panela, misture e cozinhe até caramelizar.  Espalhe na forma de pudim e reserve.

PUDIM
Bata tudo no liquidificador por aproximadamente 1 minuto e coloque na forma caramelizada. Leve para assar em forno pré aquecido a 180˚C, em banho-maria com a água já quente. Cubra a forma do pudim com papel alumínio nos 30 primeiros minutos, depois retire e asse por mais 40 minutos, ou até que o pudim esteja firme, mas quando balançar a forma ele deverá ter uma textura que lembra gelatina. Deixe esfriar e leve na geladeira por pelo menos 30 minutos, depois para desenformar esquente a forma direto na boca do fogão, para dar uma derretida no caramelo e soltar mais fácil.

Beijos e uma semana maravilhosa à todos!!